Minas terrestres, cicatrizes

Minas terrestres no Golã, IsraelQuem passeia pelo norte de Israel pela primeira vez em geral fica assustado com a sinalização que acusa a existência de minas terrestres. O cenário é comum nos Altos do Golã, território sírio capturado em 1967 na Guerra dos Seis Dias. No final da guerra, como parte do tratado de armistício, a Síria precisou dar a Israel o “mapa das minas”.

Por conta do alto custo para a retirada das minas, muitas ainda estão enterradas no Golã. Mas a sinalização é clara. Hoje, fora um ou outro incidente esporádico (como o de um garoto que perdeu a perna no último inverno porque a neve pesada derrubou e ocultou a sinalização), só vacas morrem vítimas de minas terrestres… Mesmo assim, quase nunca.

Minas terrestres em algum lugar de AngolaEm Angola, depois de 27 anos de guerra civil que deixou meio milhão de mortos e centenas de milhares de feridos, a situação é diferente. Hoje um estudo feito no país revela que nos últimos quatro anos, entre 2006 e 2010, cento e sessenta e seis pessoas morreram vítimas de minas terrestres. O número de feridos no período é de 313. São estatísticas crueis, principalmente se considerarmos que já se passaram oito anos desde o fim da guerra.

A “boa” notícia é que o número caiu em 2010. Teriam sido “apenas” cinco pessoas este ano.

Aliás, Angola está no topo da lista da ONU no que diz respeito ao número de minas terrestres. É o país que tem mais minas no mundo todo, seguido pelo Egito e por Moçambique. Os dados apontam que há 110 milhões de minas em 70 países. Metade desse número está em onze nações africanos.

Estimativas da rede de informação sobre minas terrestres, da ONU, dão conta de mais dados assustadores: 8 por cento do território de Angola, onde vivem 2,4 milhões de pessoas, têm algo entre 5 e 10 milhões de minas não detonadas. Das quase 2 mil comunidades afetadas, 60% têm pelo menos uma área perigosa e 85% têm uma ou duas dessas regiões.

Logo do concurso Miss LandmineA cicatriz das minas é tão profunda na sociedade angolana que o país tem um concurso de beleza no qual participam apenas mulheres feridas em explosões. É o Miss Landmine, com o mote “todas têm o direito de ser bonitas”. O prêmio para a vencedora é uma prótese.

Em 2008, quando o último concurso foi realizado, a BBC Brasil fez uma matéria a respeito: Angolanas mutiladas participam de concurso de beleza. O texto conta que a vencedora seria anunciada “no dia 4 de abril, data escolhida pela ONU para celebrar o Dia Internacional da Conscientização e Ação contra as Minas“. Na data há eventos em vários países.

Há esforços importantes no país para a retirada das minas, liderados pelo Instituto Nacional para Remoção de Objectos e Engenhos Explosivos (INAROEE) e pela Comissão Nacional Intersectorial de Desminagem e Assistência Humanitária (CNIDAH), que realiza, entre ontem e hoje, em Luanda, o primeiro encontro sobre o assunto no país.

E, já que comecei este post falando de Israel, termino na mesma. Uma nova tecnologia, divulgada também hoje pela imprensa oficial de Angola, mas em uso desde o mês passado, permite encontrar as minas com o uso de imagens digitais aéreas ou feitas por satélite. Foi desenvolvida por uma empresa israelense, Geomine.

Mas as estatísticas, e as cicatrizes, ainda são profundas.

Sobre Gabriel Toueg

Jornalista.
Esse post foi publicado em História em Angola, Notícias em Angola e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Minas terrestres, cicatrizes

  1. Pingback: E você, mora onde? – Em Bundas, Angola | Em Angola

  2. Pingback: Minas, as minhas e as suas | Em Angola

  3. Maria disse:

    😦 , a tal realidade ainda é uma dualidade que me faz mais pesada, quando sombra. difícil não ficar mais triste do que feliz, mas, por outro lado, difícil não esperançar e simplesmente virar as costas para essa tal realidade. o monstrinho não é dos mais bonitos, mas, creio eu, que ainda tem jeito!

  4. márcio n. disse:

    Oi, li seu comentário na minha página do flickr e vim aqui dar uma olhada no blog, Gostei bastante, tem muita informação.

    sobre a fotos, pode usar tranquilo.

    vc marcou essa…
    windows

    e pode usar as que quiser.

    abraço.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s