Peripécias do prêmio de jornalismo

Notícia do O País, de Angola: “Prémio Maboque ‘tocado’”. Não entendi bem do que se tratava, então fui ler a notícia completa. Eis que o Maboque, prêmio de jornalismo angolano, parece ter sido adulterado ou, nas palavras do jornal, envolvido em “peripécias”.

Veja se entende:

O “Maboque” pela reportagem do ano atribuído ao editor-chefe do semanário “A Capital”, José dos Santos, terá sido algo “bichoso” na medida em que, na redacção daquele hebdomadário foi despoletado um vendaval com esta premiação. Fontes naquele jornal disseram a O PAÍS que gerou-se um clima de crispação entre a direcção do jornal e o jornalista Mariano Brás que reclamou para si a autoria da matéria que acabou por ser premiada como a melhor reportagem do ano.

Além da história do A Capital, há outras confusões na premiação deste ano. Confesso, contudo, que fiquei confuso mesmo com o português da matéria! Terei que aprender um novo idioma em Angola!

Se alguém quiser me ajudar a traduzir os termos “bichoso“, “despoletado“, “crispação“, “galardoado” basta deixar comentários…

Sobre Gabriel Toueg

Jornalista.
Esse post foi publicado em Cultura em Angola, Jornalismo em Angola e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Peripécias do prêmio de jornalismo

  1. David disse:

    Despoletar é desarmar a espoleta, impedindo a explosão… por isso, o sinónimo correcto para “desencadear” e “originar” será “espoletar” e não despoletar.

  2. Kanuthya disse:

    Bichoso deve provocar riso, mesmo🙂 Será que vocês dizem “bichado” (eehehhe) quando um fruto tem bicho? Claro que no contexto que refere, significa que…algo cheira mal ali, está “podre”.
    🙂 Foi com surpresa que verifiquei que “despoletar”, ao que parece, não existe no português do Brasil. Existirá “espoleta” =detonador? E eu que pensava estar bem à vontade com esta variante do português… Sempre aprendendo.
    No sentido literal, despoletar significa desarmar a espoleta, ou detonador, impedindo a explosão. No sentido figurado, no entando, pode levar ao engano, pois um de seus significados – como sucede no contexto – é “desencadear”, “originar”.

    Para não variar, também o temro “crispação” é utilizado em sentido figurado aqui, e significa animosidade, mau clima, desentendimento.

    kandandus🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s