O fim do projeto

Eis que o dono da empresa que me levaria a Luanda, para desenvolver o projeto de uma revista sobre Angola e seu mercado imobiliário, é procurado pela Interpol. O projeto, então, que nem tinha começado direito, acabou. Por isso, e porque tomo agora outros rumos, este blog não será mais atualizado. Uma pena. Angola, mesmo sendo ainda uma terra desconhecida, despertou em mim muito interesse e curiosidade. Será mais tarde, mas eu ainda vou visitar o país!

Anúncios
Publicado em Gabriel em Angola | 1 Comentário

On hold

Por razões profissionais este blog está suspenso por enquanto, mas voltará a ser atualizado em breve. Se você quiser ser avisado quando ele voltar a funcionar, deixe um comentário com seu email ou simplesmente clique ao lado para seguir o blog.

Abs,
Gabriel

Publicado em Offtopic | 1 Comentário

Bocão angolano

Francisco Domingo Joaquim e a maior boca do mundo (foto: Guinness World Records)É de um angolano, Francisco Domingo Joaquim, a maior boca do mundo, de acordo com o Guinness, o livro dos recordes.

A notícia é do G1:

Um angolano de 20 anos ganhou um registro no livro de recordes Guinness após ter a boca esticada até 17 centímetros de comprimento. Francisco Domingo Joaquim conseguiu encaixar, inclusive, uma lata de refrigerante na boca. Segundo juízes do livro, esse é o maior registro do mundo. O recordista diz que ficou famoso depois de ter mostrado o seu feito para o mundo. Joaquim, também conhecido como “Mandíbula do Terror”, apareceu recentemente em um programa de TV italiano.

Engraçado foi como a notícia apareceu no Twitter do Jornal Nacional: “IMPORTANTE: Homem com a maior boca do mundo entra para o livro do Guinness”. Muito importante!

Em tempo. O autor do blog pede desculpas pela ausência nos últimos dias. Ficou faltando inclusive a janela do último domingo. O motivo é a correria com matérias que estão saindo do forno para o Terra e o Estadão, todas sobre Israel. Em breve o autor volta! Enquanto isso, reparou que a lista de blogueiros em Angola e na África, aí ao lado, aumentou? Não deixe de conferir os posts deles, também!

Publicado em Curiosidades em Angola, Gente em Angola | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Corte de cabelo, um risco?

* Houve caso de brasileiro que cortou cabelo aqui e ganhou de presente uma bactéria, que ficou alojada em seu crânio. Todo mundo fala de micoses, e do risco das giletes etc. Como tento não ser turista acidental, resolvi ignorar as recomendações e fui a uma barbearia aqui perto, de congoleses francófonos. Nada anormal, tudo muito limpo, mas um detalhe é assustador: eles fazem o pé sem navalha. Prendem a lâmina entre o polegar e o indicador e você têm de entregar pra Deus. Fizeram dois caminhos de rato disfarçáveis e um pequeno corte na costeleta, mas já vi coisa pior em Salvador.

(Por Saymon Nascimento, do blog Angola Drops)

Publicado em Curiosidades em Angola | Marcado com , , , , , | 3 Comentários

Domingo sem janela

Neste domingo não teremos janela. Estou em falta de fotos. Se você tem ou viu por aí fotos de janelas em Angola, mande para cá, deixando um comentário e o link para a foto (se ela estiver online) ou alguma forma de contato com o autor.

Publicado em Janelas em Angola | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Manicures, eles

*Uma das coisas mais divertidas aqui é ver que não existem as manicures, e sim os manicures. As mulheres fazem as unhas nas ruas, em banquinhas lotadas de esmaltes comandadas por homens, todos completamente seguros do que estão fazendo e nem um pouco próximos do clichê brasileiro de homens que trabalham em salão. Não, eles poderiam estar vendendo qualquer coisa, engraxando sapatos, mas fazem unhas. Não esperem esterilização.

(Por Saymon Nascimento, do blog Angola Drops)

Publicado em Curiosidades em Angola | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

E você, mora onde? – Em Bundas, Angola

Recorte do "Jornal de Angola": Livro sobre a origem dos Bundas (clique para ler o texto)Encontrei a informação por acaso, buscando na Wikipedia dados sobre a revista Bundas (lembra-se?), que era publicada no Brasil há uns dez anos, mais ou menos. Não achei nada sobre a revista, mas descobri que Bundas é o nome de um município angolano, localizado na província de Moxico, uma das maiores do país. E que tem nada menos que 4 mil habitantes (como eles serão chamados?)

Em setembro, a seguinte notícia foi publicada no Jornal de AngolaHospital dos Bundas clama por medicamentos. Em abril, o AngolaPress publicou: Administrador dos Bundas quer postura exemplar dos funcionários públicos.

Ainda da Wikipedia, sobre Bundas, que tem 37 817 km²:

É limitado a Norte pelos municípios do Moxico e Alto Zambeze, a Este pela República da Zâmbia, a Sul pelos municípios de Rivungo e Mavinga, e a Oeste pelo município de Luchazes. É constituído pelas comunas de Lumbala Nguimbo, Luvuei, Lutembo, Sessa, Mussuma, Ninda e Chiume

O artigo da Wikipedia em inglês (sim, há um artigo em inglês sobre Bundas!) vai ainda mais longe (a tradução livre é minha):

Devido à destruição durante a guerra civil angolana, (Bundas) é um dos municípios mais remotos de Angola e o acesso continua sendo um grande problema, apesar de progressos significativos. Muitas estradas ainda não estão livres de minas terrestres e muitas pontes continuam destruídas, tornando o município quase inacessível, a não ser por ar.

A população é composta predominantemente por pessoas deslocadas internamente (IDP) e outras que voltaram para a área a partir de abril de 2002. Devido à sua inacessibilidade e isolamento de Luanda, Moxico Sul tem historicamente sofrido de falta de investimentos por parte das autoridades provinciais e nacionais.

A Wikipedia tem ainda informações em espanhol e em italiano sobre Bundas! Por falar em idiomas, “bunda” é o nome da língua falada em Bundas.

UPDATE O Miguel Fernandes compartilhou, no Facebook, informação sobre um livro chamado “Collecçao de observaçōes grammaticaes sobre a lingua bunda ou angolense“. Tem trechos do livro, apesar de quase ilegível…

Publicado em Curiosidades em Angola | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Uma janela aos domingos

Geometria (foto: Elisa Vaz)“Geometria” é o nome que a arquiteta brasileira Elisa Vaz deu à foto ao lado. A bela imagem foi feita a partir da Fortaleza de São Miguel, em Luanda.

Elisa viveu em Angola entre agosto de 2008 e abril de 2010, realizando projetos de requalificação urbana e projetos na área imobiliária. Hoje, como ela conta, “não moro, transito”.

Ela deixou o país no final de abril. Depois, fez uma viagem de quase três meses pela Europa. “No momento estou me reestabelecendo no Brasil”, conta. Ela está em Recife.

A história pr trás da foto passa pelas artes e envolve a mãe de Elisa, a artista plástica Ana Vaz, nascida em 1977 em Recife (PE). A foto foi tirada “em um momento em que recordei minha mãe”, conta Elisa. Segundo ela, “o registro da imagem que eu via tornou-se inevitável”. Ela relata as coincidências:

Enquanto artista plástica, minha mãe sempre teve como tema recorrente em seus quadros janelas e favelas recifenses. Os musseques verticais de Luanda, decorrência da invasão de edifícios abandonados por portugueses durante o chamado “4×24”, me pareceu juntar os dois temas tão recorrentes em sua obra, possuindo, inclusive, uma paleta de cores semelhante à que ela usa.

Musseque é como em Angola chamam o que no Brasil é conhecido como favela, como conta Elisa. O “4×24” mencionado por ela se refere “àquilo que os angolanos concederam aos portugueses que ainda se encontravam em Angola no momento da independência: 4 quilos para levar e 24 horas para sair do país”.

Embora Elisa conte uma história interessante e bonita por trás da imagem, ela mesma reconhece a tragédia que a fotografia revela: “a condição de miséria dos impressionantes musseques verticais luandenses”:

Para um trabalho artístico, a imagem pode até possuir uma dramaticidade e beleza estética, mas, quem dera, fosse apenas uma cena do imaginário ou registro de um tempo que ficou pra trás.

Publicado em Fotografias de Angola, Janelas em Angola | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

No Brasil, eleições

O blog Em Angola não vai ser atualizado neste domingo (3 de outubro), dia de eleições no Brasil. Por isso, a janela de amanhã não será publicada. A série de fotos volta na semana que vem, 10 de outubro, com uma bela foto feita por uma arquiteta recifense. Não deixe de conferir.

Enquanto isso, o autor desse blog, que é jornalista e cobre Oriente Médio, vai acompanhar as eleições de brasileiros em Tel Aviv e em Ramallah para o Terra. Acompanhe pelo portal dedicado às Eleições 2010 e leia amanhã, no blog Expresso Oriente, Voto em Israel: facultativo mas manual.

Publicado em Offtopic | Marcado com , , | 3 Comentários

Dito

Se a todos tiveres que agradar, a ti não podes contentar

(Provérbio angolano)

Publicado em Cultura em Angola | Marcado com , , , | Deixe um comentário